segunda-feira, 9 de junho de 2008

Pênis amputado é reconstruído com tecido do antebraço


Médicos espanhóis reconstróem pênis de senegalês com tecido do antebraço
Há 5 dias



MADRI (AFP) — Médicos espanhóis reconstituíram totalmente o pênis de um jovem senegalês, que teve o membro amputado durante a guerra civil da Costa do Marfim, utilizando pedaços de tecido retirados de seu antebraço.

Após a intervenção, o jovem, cuja identidade não foi divulgada, poderá voltar a urinar em pé, ejacular e ter orgasmos, segundo os médicos Eduard Ruiz Castañé e Jaume Massià.

Massià, diretor de cirugia plástica do hospital Sant Pau de Barcelona (Catalunha, nordeste da Espanha), explicou que para reconstruir o pênis a equipe extraiu um pedaço de tecido subcutâneo do antebraço, que se parece com o órgão masculino, além de duas artérias e dois nervos sensíveis, com os quais foi "construído" o novo pênis.

Depois, os médicos reconstituíram a glande, e o pênis foi então implantado no corpo do rapaz com a união da artéria femoral e da veia safena, aproveitando também os nervos para que o paciente possa recuperar a sensibilidade no local.

Os dois médicos destacaram que, depois da operação, que durou dez horas, o paciente recuperou tanto o efeito estético quanto as funções fisiológicas de seu órgão, e pode até engravidar uma mulher normalmente.

Segundo Massià e Castañé, falta ainda conseguir que novo membro tenha capacidade erétil, o que será conseguido com a implantação de uma prótese hidráulica daqui a seis meses.

O paciente é um senegalês que teve o pênis decepado com um facão durante a guerra civil da Costa do Marfim, em 2003, e que conseguiu chegar à Espanha pelas ilhas Canárias após fugir para a Mauritânia.

No início do ano, o jovem procurou a Fundação Puigvert em busca de ajuda. Segundo os médicos que o operaram, ele agora se mostra muito mais confiante e extrovertido do que quando chegou.


AFP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário ... Aguarde, seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.