quinta-feira, 3 de maio de 2012

Ejaculação precoce. Novo medicamento pode ser solução


Novo medicamento pode ser solução para ejaculação precoce
A grande diferença entre o Priligy o conhecido Viagra é que o primeiro prolonga o tempo da ereção masculina, já o segundo facilita a ereção

Um novo medicamento promete ajudar os homens que têm ejaculação precoce. O remédio deve chegar ao Estado no segundo semestre deste ano, de acordo com o médico andrologista Fernando Ferreira Chagas.

"Ele ainda não está sendo comercializado no Espírito Santo, mas já pode ser adquirido pela internet. A eficácia desse produto é próxima de cem por cento e é o primeiro remédio desenvolvido especialmente para tratar os problemas de ejaculação precoce", afirma.

A grande diferença entre o Priligy o conhecido Viagra é que o primeiro prolonga o tempo da ereção masculina, já o segundo facilita a ereção.

O andrologista orienta que o paciente pode tomar o medicamento no dia em que terá a relação sexual, de uma a três horas antes do ato. "É importante destacar que, entre o consumo de um comprimido e outro, deve-se ter um intervalo de 24h", adverte.

Ao contrário de outros remédios para tratar a ejaculação precoce, que são de uso contínuo, este não é de uso regular. "Os compostos de uso contínuo garantem os melhores resultados. Consequentemente, esses pacientes ficam expostos aos efeitos colaterais, que podem variar, desde a sonolência até piorar a qualidade da ereção. Grande parte dos pacientes procuram um especialista somente quando o caso está no limite", explica Chagas.


O principal composto da fórmula é a Dapoxetina. "O princípio ativo é o mesmo que atua na depressão, mas esse é específico para retardar a ejaculação precoce", explica o médico.

Pacientes que possuem contra-indicações a essa substância, não poderão ingerir o produto. Além disso, as bebidas alcoólicas devem ficar de lado no dia em que o medicamento for consumido.

Para adquirir o medicamento, será necessária uma receita médica. Segundo o médico, o valor de cada comprimido deve custar R$ 30. Quem tem ejaculação precoce, pode procurar um especialista e buscar o melhor tratamento para o seu caso.

Um comentário:

Sinta-se livre para deixar um comentário ... Aguarde, seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.