Mostrando postagens com marcador .sexo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador .sexo. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 15 de maio de 2014

A Verdade Sobre o tamanho do pênis

A Verdade rara sobre o tamanho do pênis

Existem maneiras seguras, eficazes para aumentar tamanho do pênis? Sim.


Pergunte a qualquer sexólogo credível, e você ouve quatro palavras: O tamanho do pênis não importa. Mas o tamanho importa muito para muitos (a maioria?) homens. Por que a desconexão? Muitas razões. Existem maneiras seguras, eficazes para aumentar tamanho? Sim, mas elas não envolvem pílulas, poções, ou cirurgia.

Aqui está o porquê dos sexólogos dizerem que o tamanho não importa. Qualquer tamanho do pênis pode proporcionar grande prazer para o homem. 95 por cento estimado dos pênis tem tamanho médio (Nos países onde há predominância da raça branca, pênis que têm entre 12 cm e 18 cm de comprimento em ereção são considerados médios. Cerca de 90% estariam dentro dessa faixa). Muito poucos são significativamente maior ou menor. Quando as mulheres foram questionados sobre o que eles querem em um amante, elas sempre mencionam atratividade, bondade, carinho, compreensão auditiva, senso de humor, e os interesses e valores comuns. Muito poucos mencionam o tamanho do pênis. Finalmente, terapeutas do sexo relatam que clientes mulheres quase nunca reclamam sobre o tamanho do pênis do seu parceiro. Como resultado, a maioria dos sexólogos dizem que o tamanho não importa.

Mas muitos (a maioria?) Os homens pensam muito diferente. Eles se comparam aos enormes pênis que já viram em pornografia e concluíram: O meu é muito menor. Eles receberam inúmeros e-mails indesejados para produtos de ampliação do Penis. Eles viram anúncios pessoais de sexo casual à procura de homens com enormes bilaus. Homens estão convencidos de que tamanho é a chave para o prazer e do orgasmo das mulheres porque a grande maioria pensa que a vagina deve ser penetrada mais profundamente. E se você somar todas as informações autoritárias que homens recebem acerca de tamanho, isso equivale a um dedal de água em um vasto oceano de pornografia cuja mensagem é que o sexo quente é tudo sobre ter um pênis enorme.

É claro que uma polegada extra não poderia machucar. Se você quer ter maior:

• Esqueça produtos de ampliação. Eles são caros, cínicas fraudes, cada um deles, e as pessoas que os vendem são charlatões que merecem prisão. Não há pílula, poção, dispositivo ou o exercício pode aumentar permanentemente um pênis.

• Esqueça a cirurgia. alongamento e reforço do perímetro, é caro (cerca de US $ 15.000) e problemático. Alongamento, cirurgia que corta o ligamento que faz com que uma ereção se levantar. Isso adiciona uma polegada, mas ereções já não serão mais. Eles só pendurar entre as pernas e deve ser dirigido manualmente nas aberturas eróticos. Aprimoramento circunferência leva gordura das nádegas e injeta-a sob a pele do pênis. Parece bom, mas muitas vezes, o resultado é, um pênis deformado com aparência irregular.

• Pare de fumar . Flácido ou ereto, o tamanho depende da quantidade de sangue no órgão. Menos sangue significa um pênis menor. Fumar estreita as artérias, incluindo aqueles que levam o sangue para o pênis. Fumar limita o fluxo de sangue no órgão, o que torna menor.

• Exercite-se regularmente. O exercício melhora a saúde arterial, permitindo que mais sangue para o pênis. Mas o exercício do próprio pênis é inútil. Os meios de comunicação do sexo às vezes se referem ao pênis como o "músculo do amor", o que implica que, como os bíceps, certos exercícios podem engrossa-lo. Mas há diferentes tipos de tecido muscular. O pênis contém músculo liso, não o tipo que fica maior com o exercício.

• Coma menos carne e queijo, e mais frutas os legumes. Uma dieta rica em gordura animal aumenta o colesterol, o que estreita as artérias, incluindo aqueles que levam o sangue para o pênis. Tente ficar um ou dois dias por semana sem carne ou queijo. E coma 5-8 porções diárias de frutas e legumes. Eles contêm antioxidantes que ajudam a manter as artérias abertas.

• Perder a barriga. Exercícios, menos carne e queijo, e mais vegetais alimentos ajudam homens a perder peso, o que também ajuda a tamanho. A barriga grande invade a base do pênis, fazendo com que o órgão pareça menor. Perca a gordura abdominal, e seu pênis parece maior.

• Abrace relaxamento meditativo. As artérias levam o sangue para o pênis são cercadas por tecido muscular. Quando os homens se sentem ansiosos (incluindo se preocupar com o tamanho do pênis), estes músculos se contraem, comprimindo as artérias e reduzindo a entrada e tamanho de sangue. Mas, como os homens relaxam profundamente, estes músculos também relaxam, abrem as artérias, maximizando o fluxo de sangue, e aumentando o tamanho, (ereção drogas trabalhar relaxando esses músculos.)

Além disso, a ansiedade desencadeia a "luta ou fuga" reflexo que envia sangue para fora do corpo central, incluindo o pênis, e em direção às extremidades para fuga ou de auto-defesa. Mas, quando os homens relaxam, sangue retorna ao corpo central, incluindo o pênis.

• Mantenha-se quente. Você provavelmente já percebeu que nos vestiários frios, seu pênis parece encolher. Mas, depois de um banho quente, que parece maior. Calor é relaxante e aumenta fluxo e tamanho de sangue. Antes do sexo, tomar banho ou regar com seu amante.

Além dessas abordagens, aqui estão duas maneiras de aumentar o tamanho temporariamente:

Anéis penianos. Estes dispositivos em forma de anel de borracha firmemente cercar o pênis ereto. Normalmente usado para ajudar a manter a ereção, eles também fornecem uma pequena - temporária - tamanho impulso. Flácida ou ereto, o sangue circula dentro e para fora do pênis. Uma das veias que leva o sangue para fora executado próximo à pele do órgão (na parte superior). Um anel restringe saída um pouco comprimindo esta veia. Não espere milagres. Qualquer efeito é modesto e temporário.

Bombas de Pênis. Estes tubos de plástico criam um vácuo parcial em torno do pênis. O vácuo puxa o sangue no órgão, o que resulta em aumento de tamanho temporário. Modelos diferentes, mas todos incluem um tubo de plástico e uma bomba operada por uma lâmpada de mão. Você apertar o bulbo, que evacua o ar do tubo, tirando um pouco de sangue extra para o pênis. Apenas lembre-se, o efeito é modesto e temporário.

Agora que você sabe como ser tudo que você pode ser, pessoal, estou aqui para explicar que os homens pendurados sobre o tamanho do pénis é ignorante sobre o bom sexo. Qualquer pênis tamanho pode trazer seu dono grande prazer. Mas a melhor maneira de impressionar as mulheres eroticamente é dar-lhes prazer sem o uso de seu pênis. Apenas 25 por cento das mulheres têm consistentemente orgasmo durante a relação sexual vaginal não importa o tamanho do homem, de modo que para a grande maioria das mulheres, que se estende a penetração vaginal profunda não são rotas diretas para o prazer eo orgasmo. A maioria das mulheres precisa - e apreciam - gentileza, paciência, a estimulação do clitóris sensual com os dedos, língua ou brinquedo.

"É uma verdadeira vergonha que tamanho do pênis façam tantos homens se sentirem inadequadas", diz educadora sexual Betty Dodson, Ph.D. "Exorto os homens a fazer a paz com seus pênis É bem como está Aproveite o que você tem, e você será um amante mais feliz -... E, provavelmente, um melhor amante E se você quer ser realmente um grande amante , entender que, enquanto a maioria das mulheres gosta de uma suave a relação sexual, bem lubrificada, o que os faz vir é carícias do clitóris -. e para a maioria das mulheres, a relação sexual não oferece muita ação no clitóris eu não poderia me importar menos sobre o tamanho de um homem Dê-me. uma língua entusiasta sobre o meu clitóris qualquer momento. "

sábado, 11 de junho de 2011

Dois são presos por sexo com menor em posto

Jovens são presos por sexo com menor em posto de gasolina no DF
Um dos rapazes foi flagrado filmando o ato com o celular.
Se condenados, ele podem pegar até oito anos de prisão.

A Polícia Militar de Brasília prendeu na madrugada deste sábado (11) três jovens por corrupção de menor em um posto de gasolina em Ceilândia. Segundo a PM, um dos jovens fazia sexo com uma menina de 15 anos em um carro enquanto outro a acariciava e o terceiro filmava a ação com um celular.
Pouco antes de serem presos, os rapazes e a garota haviam sido vistos dançando funk no estacionamento do posto.

A menor foi encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente e passou por exame de corpo de delito e toxicológico no Instituto Médico Legal. Nenhum dos jovens estava com drogas ou tinha passagem pela polícia.

Os três rapazes foram levados para a carceragem vão responder por corrupção de menor, ato obsceno e fornecimento de bebida para menores. Caso sejam processados e condenados, a pena pode chegar a oito anos de prisão.


Do G1 DF

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Vídeo com cenas de sexo do goleiro Saulo, do Sport, vaza na rede

Um vídeo com cenas de sexo explícito do goleiro Saulo, do Sport, caiu na internet na segunda-feira. O jogador admitiu ter sido o autor do filme e culpou a namorada pelo vazamento.

saulo avatar goleiro do sport
“Sou eu sim, fiquei muito surpreso quando me ligaram avisando que esse vídeo estava rolando na internet. Foi um grande vacilo da menina. Eu não esperava que esse vídeo ainda existisse. Isso eu filmei ano passado quando ainda estava com essa moça, e pelo celular dela fiz essa filmagem de brincadeira. Depois ela me falou que foi roubada e a imagem foi junto com o celular”, disse ao blog do Wellington Araújo

O camisa 1 do Sport disse que vai procurar um advogado para tirá-lo do ar, deu risada quando questionado se tentaria a profissão de ator pornô e estranhou a repercussão que o vídeo ganhou.

“Não sei porque tanto barulho com isso. Apenas é uma imagem de um homem e uma mulher fazendo sexo”, comentou.

Clique aqui e confira!
(Este vídeo contém cenas inadequadas para menores de 18 anos)


eBAND

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Bizarro: Jogador deve ser demitido após simular ato sexual com cão

Uma foto que mostra o jogador de rúgbi Joel Monaghan, de 28 anos, que joga no Canberra Raiders, simulando um ato sexual com seu cão de estimação provocou polêmica na Austrália, segundo reportagem do jornal australiano "Daily Telegraph".

O atleta Joel Monaghan também foi criticado pro grupos de proteção de animais

Monaghan disse que simulou o ato como forma de brincadeira. Na imagem, o cachorro parece estar lambendo a genitália do jogador. "Esse ato de estupidez irá assombrá-lo pelo resto de sua vida", disse o dirigente Jim Banaghan em um comunicado.

O clube abriu uma investigação sobre o incidente. Oito membros do conselho dos Raiders se reúnem na segunda-feira para tomar uma decisão. Segundo o jornal australiano, o time deve demitir o atleta por causa da pressão de seus patrocinadores.

O atleta também foi criticado pro grupos de proteção de animais. O chefe da sociedade protetora dos animais de Canberra, Michael Linke, disse que associação ficou "enojada". "É ridículo e totalmente desrespeitoso a um animal", disse ele.

A foto foi postada na internet na segunda-feira e foi divulgada por alguns meios de comunicação. As informações são do G1.

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Sexo oral pede proteção redobrada

Preservativo feminino não protege contra a transmissão de doenças

Os estudos sobre o sexo oral comprovam que a prática é bem vista pelos brasileiros. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Projeto de Sexualidade do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas de São Paulo, 66,8% dos homens e 63,4% das mulheres admitem realizar a modalidade. Mas será que os brasileiros se protegem na hora do sexo oral? "A prática também pode transmitir todos os tipos de Doenças Sexualmente Transmissiveis (DST)", afirma a ginecologista Rosa Maria Neme.

De acordo com a especialista, de cada 10 mulheres que são atendidas no consultório, 7 confessam que não usam camisinha para fazer sexo oral em seus parceiros. Um dado preocupante devido os riscos que o sexo oral sem proteção pode trazer ao organismo. Doenças como herpes, sífilis e gonorreia podem ser facilmente transmitidas a partir da prática. "Uma pequena área lesada permite a entrada de um vírus. E vale lembrar que pequenos machucados na boca são muito comuns", explica o ginecologista e obstetra Linderman Alves Vieira.

Até mesmo o HIV, vírus causador da Aids, pode ser transmitido através do sexo oral, embora as chances de contaminação sejam menores do que quando ocorre a penetração. "O pH da boca (neutro e-ou levemente ácido) e o contato somente com a superfície do pênis ou da vagina diminuem os riscos de contágio. Mas, mesmo apesar de pequeno, o perigo existe", diz a ginecologista Maria Rosa Neme.

Proteção na mulher Os ginecologistas são taxativos ao dizer que a proteção da vagina para a prática do sexo oral é totalmente deficiente. "No caso das mulheres o problema é maior, porque não existe nenhum amparo específico, como há a camisinha masculina, para a prática do sexo oral", diz a ginecologista Rosa Maria Neme.

Mas existe algum jeito de se proteger? "Mesmo a camisinha feminina não vai proteger, então, a dica é utilizar o papel filme (o mesmo usado na cozinha para embalar alimentos) para cobrir a vagina e não existir o contato direto da boca com a pele", diz a especialista. "O papel deve fazer a cobertura de toda a região da vagina. A boca só pode entrar em contato com o plástico, e não com a vulva", ressalta.

Outra dica da ginecologista é usar a camisinha masculina como escudo. "Cortar a camisinha ao meio e colocá-la sob a vulva pode ser uma alternativa. O lado positivo é que elas apresentam sabores e até texturas diferenciadas, fatores que favorecem a utilização", diz.

Proteção no homemOs problemas são menores quando o sexo oral é realizado no homem, pois a camisinha apresenta uma proteção bastante eficiente. "O preservativo impede que a boca entre em contato direto com o pênis, oferecendo a proteção necessária", diz o ginecologista Linderman Alves Vieira.

Mas, vale lembrar que a camisinha deve ser usada para todas as variações da relação sexual . "Existem pessoas que só colocam a camisinha no meio da prática do sexo oral, hábito que anula a proteção. Ela deve ser colocada logo que o sexo passar das preliminares", afirma o especialista.

Os riscos que envolvem o sêmenO contato do sêmen com a boca pode transmitir doenças como a gonorréia. "Se existir alguma lesão na boca, a contaminação das DSTs podem acontecer. O contágio pode ocorrer mesmo quando o esperma não é engolido", afirma a ginecologista Rosa Maria Neme.

Higiene em diaA falta de higienização das partes íntimas sugere um risco de contaminação ainda maior. "Quando o parceiro não apresenta nenhuma contaminação de doenças, como herpes ou sífilis, mas não prioriza a higienização, as doenças também podem aparecer. Infecções por fungos e bactérias, que causam corrimentos e coceiras, são as principais preocupações", diz Linderman Alves Vieira.
Mistura segura e saborosa 
Quem procura sexo oral com sabor, deve dar atenção para produtos específicos para a prática, em geral antialérgicos, que garantem o prazer sem prejuízos. Utilizar alimentos como leite condensado, chantily, mel, entre outros elementos gastronômicos, pode causar irritações e alergias nos órgãos genitais.

Camisinha de língua
Há produtos à venda no mercado, conhecidos como camisinha de língua, mas o aparato não tem função de proteger, e sim a de funcionar como um estímulo para a hora do sexo oral, já que possui textura, sabor e até massageador, "O produto protege apenas a região da língua, deixando o resto da boca vulnerável", explica a ginecologista.
"Toda relação sexual apresenta riscos, o que podemos frisar é que a proteção precisa existir"
Prática consciente
Mesmo com tantas considerações, os especialistas afirmam que a prática do sexo oral não precisa ser abolida da rotina. "Toda relação sexual apresenta riscos, o que podemos frisar é que a proteção precisa existir. O sexo com penetração, por exemplo, apresenta diversos riscos de contaminação, mas se realizado com consciência tem os perigos eliminados", afirma Linderman.
http://www.minhavida.com.br/

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Travesti diz que fez sexo no banheiro com jogador da seleção mexicana

Yamille Herrera diz que Salcido não sabia que 'ela' era 'ele'
GloboEsporte.com

Em entrevista a uma emissora de TV mexicana, o travesti Yamille Herrera, de 24 anos, afirmou que teve relações sexuais com o o lateral Carlos Salcido, do Fulham e da seleção do México. O encontro aconteceu no banheiro do hotel após um amistoso da equipe nacional no último mês de agosto.

O detalhe é que, segundo Yamille, Salcido não achava que estava saindo com um travesti.

- Ele ficou chocado e me perguntou porque eu não o avisei - disse Gema, nome de "guerra" de Yamille, salientando que, apesar da surpresa, Salcido completou o ato sexual.

Salcido, que foi multado em cerca de R$ 8 mil por uma festa realizada com companheiros de seleção mexicana, negou a versão de Gema.

- Essa situação está nas mãos do meu advogado. Vamos ver o que vai acontecer.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Sexo é sexo. O que você quer dizer com a saúde sexual?

Sexo é sexo. O que você quer dizer com a saúde sexual?

Embora existam muitas maneiras de ter satisfação e realização sexual, continua a ser uma experiência muito incomum para muitos de nós. Cinqüenta e seis por cento dos homens estão insatisfeitos com sua vida sexual e 83 por cento acreditam que há espaço para melhorias em seu desempenho sexual. Desde o sexo agradável é tão importante para a nossa saúde sexual, bem como o nosso bem-estar geral, é fundamental que encontremos formas de melhorar as nossas experiências entre os lençóis (ou onde quer que nós escolhemos tê-los). Se você pode, você:

desfrutar mais do sexo.
se sentir melhor sobre si mesmo.
ter menos risco de infecções sexualmente transmissíveis (DSTs) e outros problemas, como a disfunção eréctil (impotência) ou ejaculação precoce.
viver mais tempo - talvez. (É cada vez mais claro que desfruta de uma preenchidas e relação íntima pode dar um contributo importante para a boa saúde geral e que uma vida sexual satisfatória pode ser um componente importante de uma relação desse tipo. Efectiva prevenção, detecção e tratamento das doenças do seu sexuais e reprodutivos sistema também poderia ajudar a aumentar sua vida útil.)
O sexo é bom para sua saúde?

Sexo ajuda a mantê-lo apto. taxas Men's coração pode aumentar rapidamente durante o sexo de uma média de 70-80 batimentos por minuto em repouso para 100-175 batimentos por minuto durante a preparação para o orgasmo e 110-180 batidas durante o orgasmo em si. O coração taxas de experiência de homens durante o sexo pode ser semelhante intensidade para aqueles gerados por exercícios aeróbicos vigorosos, na verdade, de uma hora de sexo apaixonado poderia facilmente queimar 360 calorias, o equivalente a dois copos de cerveja.

Ele ajuda você a olhar mais jovens. Os casais que fazem sexo pelo menos três vezes por semana, olhar mais de 10 anos mais jovem que os casais que fazem sexo duas vezes por semana, de acordo com um estudo de 10 anos de mais de 3500 pessoas com idades de 18-102 na Grã-Bretanha, Europa e Estados Unidos. Depois de olhar todos os fatores que influenciam o modo como as pessoas olham idade, atividade sexual emergiu como o fator mais significativo após o exercício físico e mental.

Sexo regular poderia mantê-lo vivo por mais tempo. O mais orgasmos um homem tem, mais é provável que ele vive, pelo menos de acordo com um estudo de mais de 900 homens de meia idade no País de Gales. Homens com uma alta freqüência de orgasmos durante a relação sexual (ou seja, duas vezes por semana ou mais) são 50 por cento menos probabilidade de morrer por qualquer causa no prazo de 10 anos do que os homens que têm orgasmos raras (menos um por mês). Naturalmente, estas estatísticas poderiam simplesmente dizer que homens saudáveis têm mais sexo do que ele é o sexo que mantém os homens saudáveis, mas os números são consistentes com outras pesquisas que sugerem fortemente que as pessoas com relacionamentos íntimos são mais saudáveis do que aqueles que se sentem solitários e isolados.

Ela estimula seus hormônios. Aumentar os níveis de testosterona durante e depois das relações sexuais, especialmente se houver um longo período de foreplay. Isso não só ajuda a manter seu impulso sexual, mas pode também aumentar a sua fertilidade. Sexo adicionalmente aumenta os níveis de um hormônio pouco conhecido conhecido como DHEA (dehidroepiandrosterona). Esta é a fama de ter uma ampla gama de benefícios, incluindo a melhoria do seu senso de física e bem-estar emocional, aumentando os níveis de energia, e reduzir o risco de problemas cardíacos.

Por que estou insatisfeito com minha vida sexual?

Embora os homens modernos, sem dúvida, sabem muito mais sobre sexo do que seus pais, muitos ainda têm algumas idéias muito estranha sobre isso. Suas cabeças estão cheias de imagens de filmes mainstream e pornografia que os convenceu de que a chave para uma vida de sexo grande é simplesmente estar constantemente pronto, ansioso e ter um enorme, pênis de hard-rock, um conhecimento enciclopédico de cada sexual concebível posição, bem como a capacidade de gerar quantidades praticamente infinitas de empurrar. É um processo, aliás, que sempre culmina na penetração e um orgasmo simultâneo, durante o qual vários homens ejaculam como mangueira tubos; os preservativos não são necessárias porque, de alguma forma, as mulheres não engravidam e de ninguém em risco de contrair uma DST. É quase desnecessário dizer que, nesta versão do bom sexo, os homens nunca têm dúvidas sobre sua capacidade de atracção, a sua capacidade de funcionar sexualmente, ou a sua identidade sexual.

A tentativa de modelar a sua vida sexual o que você vê no cinema, em vídeo ou em revistas quase certamente irá garantir-lhe o sexo ruim. Para começar, é uma fantasia: se tentar recriar este tipo de sexo em nossos quartos próprios estamos nos preparando para a decepção e fracasso.

Em segundo lugar, os homens que povoam este faz-de-mundo estão lá justamente porque eles não são muito parecidos com a maioria de nós: eles têm um corpo muscular, pênis enorme, sabe exatamente como satisfazer qualquer amante (mesmo que tenha acabado de se conhecer eles), e pode ter sexo por horas sem ejacular. Se tentarmos confrontar-nos com estas Casanovas últimos dias, provavelmente vai acabar com um caso de severamente afectada auto-confiança (assim como um pênis muito dolorido, o excesso de uso). E, finalmente, há sempre muito pouco de comunicação ou intimidade entre os parceiros que vemos em nossas telas. O sexo é frio e funcional, e, embora esse tipo de experiência às vezes pode se sentir bem, a maioria de nós quer muito mais de nossas relações sexuais.

O modelo tradicional do sexo masculino também é perigoso, tanto para nós mesmos e nossos parceiros. A falta de interesse e conhecimento, DSTs nos coloca em maior risco de doenças como a clamídia, gonorréia e HIV (o vírus causador da AIDS). Não compartilhar a responsabilidade pela contracepção podem expor as mulheres para os perigos e sofrimento de uma gravidez não planejada (para não mencionar, potencialmente, os anos de maternidade) e os homens de maiores responsabilidades da paternidade. Além do mais, se não entender como funciona o nosso sistema sexual e reprodutiva, e que pode dar errado com isso, também estamos muito menos provável para detectar os primeiros sinais de uma ampla gama de problemas que podem afetar qualquer parte do nosso genitais (ambos dentro e por fora).

Então, como posso fazer a minha vida sexual mais, er, "sexy"?

Seja mais realista sobre o sexo

Isso pode significar o alijamento algumas de suas crenças mais caras e de longa data. Por exemplo:

Os homens devem sempre estar prontos para o sexo.

FALSO. Alguns homens têm claramente maiores níveis de desejo sexual do que os outros, mas quase todos os homens têm uma série de outras necessidades em suas vidas (trabalho, levando as crianças à escola, esporte, desfrutar de uma bebida), que são tão importantes para eles como sexo, se não mais. Stress, depressão e problemas de saúde também pode reduzir significativamente a libido. De fato, a perda de desejo sexual é muito comum entre os homens.

É importante ter um pênis grande.

FALSO. Apesar de muitos parceiros podem ficar animado com a idéia de um homem com um pênis maior, a maioria são também perfeitamente satisfeito por um de comprimento médio. Noventa por cento das mulheres acham que tamanho do pênis não afecta os seus orgasmos, segundo um amplo levantamento realizado para uma revista feminina do sexo.

de ereção Os homens devem ser hard-rock.

FALSO. Alguns podem ser, mas não são muitos. Cerca de um em cada 10 homens é consistentemente incapaz de conseguir uma ereção forte o suficiente para o sexo. Muitos homens mais terá problemas de ereção ocasionais (talvez como resultado de estresse ou de muito álcool), enquanto outros serão capazes de obter ereções que são bons o suficiente para o sexo, mas certamente não vai se sentir como se eles são fortes o suficiente para suportar o teto do Parthenon.

Os homens devem produzir lotes de sêmen.

FALSO. Puderam na ficção pornográfico, mas na realidade a média da quantidade de líquido produzido durante a ejaculação é de cerca de uma colher de chá (3 ml), embora possa intervalo 1,5-6 ml. Não há nenhuma ligação óbvia entre o quanto você produzir ou o quanto ele dispara e sua masculinidade.

As mulheres podem orgasmo só a partir de relações sexuais.

FALSO. Basta ligar o seu pênis na vagina de uma mulher e balançando a volta pode ser suficiente para fazer algumas orgasmo mulheres, mas muitos, provavelmente, apenas uma mentira lá pensando sobre o que prefiro ficar assistindo na televisão. Mesmo que a maioria dos homens provavelmente já ouviu falar que as mulheres necessitam da estimulação do clitóris para atingir o orgasmo, eles às vezes agem como se eles realmente não acredito nisso.

A única coisa é que se você tem um pênis de duas cabeças, é difícil ter relações sexuais vaginais e estimular diretamente o clitóris, ao mesmo tempo. Que importa, porque quando se trata de orgasmo de uma mulher, o clitóris é o que realmente importa.

A parte visível do clitóris, localizado no topo da genitália externa de uma mulher, geralmente é sobre o tamanho de uma ervilha pequena. Mas recentemente foi descoberto que o órgão inteiro é muito maior. Na verdade, o visível "glande" está ligado a um corpo escondido "que é quase tão grande como a primeira articulação do polegar. Este organismo, por sua vez, tem dois braços ", cada um com até três anos e meio centímetros de comprimento. Embora o papel completa do clitóris não é ainda totalmente conhecido, é claro que é pelo menos tão sensível como a do pênis e tão significativa durante o sexo, na verdade, ambos ficam maiores durante a excitação sexual. Isso não deveria ser surpreendente, pois tanto o clitóris eo pênis são realmente formados a partir dos mesmos tecidos durante nossos primeiros dias como um feto.

Assim como as preferências dos homens para a estimulação do pênis variam, assim como as preferências das mulheres para o seu clitóris. Alguns acham tocando direto sensível demais, enquanto outros como ele para ser esfregada ou lambido muito vigorosamente. Nenhum livro pode dizer-lhe a melhor forma de transformar em uma mulher, você precisa pedir a ela para mostrar ou dizer. Se ela está disposta a se masturbar, enquanto você presta atenção, isso vai lhe dar pistas muito valiosas.

Todos os orgasmos são estupendas.

FALSO. Qualquer um que é honesto dizer isso simplesmente não é verdade. Alguns orgasmos são fantásticos, outros são quase imperceptíveis, e podem variar de dia para dia, quase tanto como o tempo. Os homens que estão acima do peso e têm empregos sedentários podem encontrar os seus orgasmos tornam-se menos poderoso e prazeroso, porque o tom de pobres em seus músculos do assoalho pélvico (estes são responsáveis pela expulsão do sêmen). exercícios "Kegel são o melhor remédio: eles simplesmente envolver regularmente apertando e relaxando os músculos que você usaria para parar de urinar no mid-stream.

Concentre-se no divertimento e prazer, e não executar.

Para muitos homens, o sexo é como subir uma montanha. Você começa na base do acampamento onde você beijar e abraçar, e depois de um longo trabalho árduo até as encostas mais baixas e, em seguida, as faces mais íngremes, que acabam na cimeira com a penetração, a ejaculação, e auto-congratulação. Embora seja certamente possível ter o sexo grande assim, depois de um tempo ele pode facilmente se tornar chato e previsível.

Saiba o que você gosta.

Uma boa maneira de fazer isto é para passar mais tempo se masturbando. Sério mesmo. Ao experimentar em seus próprios você pode descobrir muito mais sobre como você gosta de ser tocado. Uma vez que você descobriu, informe o seu parceiro.

Não se sinta obrigado a experimentar diferentes posições sexuais.

A maioria dos manuais de sexo estão cheios de exemplos de centenas de maneiras diferentes de fazer sexo. Alguns deles irão se sentir bem, alguns vão se sentir miserável, e alguns vão ser inatingível por qualquer um que não é um ginasta olímpico. Mas o principal problema com a maioria das informações sobre posições sexuais é que ele reforça a idéia de que o sexo é uma espécie de performance e que é bom só se você estiver constantemente a tentar muitas coisas diferentes. Variedade pode ser importante, mas deve ser orientada principalmente pelo que você e seu parceiro achar satisfatório e emocionante.

Tente não se apressar para a relação sexual.

A palavra "preliminares" é lamentável, uma vez que sugere fortemente que beijar, lamber, chupar, esfregar e são de alguma maneira só fases preliminares da preparação para o evento principal. A não ser que o objetivo do sexo é a gravidez, não há nenhuma razão óbvia ou automática por isso deve sempre incluir a penetração. Existem muitas outras maneiras de se divertir e conseguir um orgasmo. É muitas vezes melhor simplesmente fazer o que se sente bem, não o que você acha que deve ser feito depois de cinco, 10 ou 15 minutos. Pode ser que você tanto deseja gastar 20 minutos só beijando ou esfregando uns contra os outros com todas as suas roupas. Mesmo não fazendo o que você sempre fez sentir artificial e um tipo diferente de performance, ficar com ela. Com o tempo, esse tipo de sexo deve começar a se sentir mais natural e espontânea.

Tente relaxar e se concentrar nas sensações físicas do sexo.

Dessa forma, você é muito mais provável para desfrutar do sexo e dar mais prazer ao seu parceiro. Tente estas sugestões:

Reduzir os seus níveis gerais de stress. É geralmente não é útil usar o sexo como uma distração do que quer que você se preocupar, não vai atacar as causas do seu stress e provavelmente não vai funcionar mesmo.
Regularmente a utilização de técnicas de relaxamento simples, tais como respiração profunda ou enrijecer e relaxar os grupos musculares importantes, por sua vez.
Certifique-se que o sexo que você está tendo é não adicionar a seus níveis de stress. Provavelmente não é uma boa idéia para acabar na cama com alguém que você realmente não gosta ou que quer sexo sem camisinha quando quiser usá-la.
Não use a mente de jogos para tentar parar-se ejacular muito rapidamente. Eles reduzem a sua diversão na sexâ € "Vamos enfrentá-lo, a pensar no seu time de futebol de sonho ou equações podem ser atividades interessantes, mas eles não são exatamente eróticos (pelo menos, não para a maioria de nós) e não são muito melhores maneiras de combater ejaculação precoce.
Concentre-se no "aqui e agora" quando você está se masturbando ou fazendo sexo. Embora não haja nada de errado com a fantasia sexual, tente fazer sexo sem ela por um tempo (e despejo de qualquer pornografia, também). Isso poderia ajudá-lo a se tornar mais consciente das sensações físicas sentir durante o sexo e relaxar mais para eles.
Não reprima de movimento ao redor tanto quanto você precisa quando você está fazendo sexo (sim, os homens são autorizados a se contorcer de prazer) ou gemendo e gemendo.
Tente não levar o sexo a sério demais.

Muitas vezes abordá-lo como se estivéssemos prestes a raça de um Grand Prix ou assistir a um serviço religioso. Embora o sexo é uma atividade extremamente importante, ela também pode ser absurdo e divertido. Tendo um riso durante e após sexâ € "desde que isso não está em seu or € expenseâ seu parceiro" pode ajudá-lo a sentir-se relaxado, bem como muito mais em contato com o que está acontecendo.

OK, então o que são as alternativas para o coito?

Massagem.

Comece por massagear seu parceiro, deixando o tantalizingly genitais por último. Em seguida, deixá-lo massagem parceiro você.

masturbação mútua.

Experimento, também, com uma gama de lubrificantes especialmente formulados. Estes agora vêm em uma escala desconcertantemente grande de sabores e consistências (incluindo aqueles que replicam fluidos sexuais do organismo), alguns até mesmo aquecer como você usá-los.

O sexo oral

Um velho favorito, mas muitos homens ainda vêem como uma partida em vez do prato principal.

Esfregando seus corpos um contra o outro.

Usando brinquedos sexuais

Vibradores e dildos você pode obter tanto zumbido. Tente invadir sua cozinha, também: pepinos e bananas não precisam ser apenas para comer, e muitas pessoas acham cubos de gelo pode excitar os mamilos e órgãos sexuais.

Todas estas opções podem ser temperada por vestir-se, fazer sexo na banheira ou no chuveiro, tentando lugares diferentes fora de casa (por exemplo, em um carro, no campo, em um hotel), role-playing, e apenas sobre qualquer coisa que você pode pensar. Você pode experimentar muito bonito o que você quiser fornecer seus parceiros livremente aceita.

A masturbação é bom para você ou ruim para você?

É certamente teve uma má imprensa. moralistas vitorianos acreditavam masturbação era pecado "auto-abuso", e os médicos avisaram que poderia fazer você ficar cego ou louco. Mesmo na década de 1990, um E.U. Surgeon General foi forçado a sair do escritório para sugerir que os jovens deveriam aprender sobre masturbação na escola. Embora poucas pessoas agora acreditam que a masturbação é errada, muitos de nós ainda sinto um pouco culpado sobre sexo solo. Talvez seja uma herança do passado puritano ou talvez também porque a masturbação é vista como um sinal de fracasso. Afinal, os homens reais são suposto ter sexo real, não faz-de-sexo com uma garrafa de óleo e uma caixa de lenços. Mas na próxima vez que você sente falta sobre masturbação, lembre-se que uma pesquisa com mais de 7.000 homens descobriram que aqueles que fazem sexo com um parceiro a cada dia eram mais prováveis a se masturbar uma vez por semana ou mais que os homens que raramente ou nunca teve relações sexuais com um parceiro.

Masturbação pode ser divertida e relaxante (fundamentalmente, não há nenhuma pressão para executar) e é totalmente seguro (a menos que você acontecer para ser ativado por raladores de queijo).

Como faço para conversar com meu parceiro sobre sexo e que eu gosto?

Se você acabou de começar um relacionamento sexual ou ter estado em um de 30 anos, ainda é importante falar sobre ele. Você provavelmente discutir qual a cor para pintar sua sala de estar, o carro para comprar, ou para onde ir no feriado, então por que não falar com seu parceiro sobre sexo, também?

Encontrar maneiras de se comunicar melhor com seu parceiro sobre cada aspecto de seu relacionamento. Isso também deve ajudar a melhorar sua vida sexual.

Expressar o quanto você gosta do corpo do seu parceiro. Você não apenas tem que fazer isso na cama. Colocando um braço no ombro do seu parceiro, apertando sua mão ou o início de um beijo são todos importantes. Explique por que você encontrá-los desejável e sexy, talvez não apenas em termos das características óbvias, mas também as coisas que o recurso especial para você (por exemplo, a curva de seus lábios, que pinta na parte interna da coxa, a forma como eles caminham). Se o seu parceiro faz o mesmo com você, certifique-se de reconhecê-lo e não parece ter como certo.

Desenvolver uma relação fisicamente íntima que se estende para além do sexo. Se um casal está relaxado com, e apreciar, uns dos outros órgãos de maneira não-sexual, o que pode ter benefícios significativos sexual. Basta dar as mãos ou abraçar enquanto assistia a televisão pode criar uma maior sensação de intimidade, como se pode aprender a dar uma massagem simples, mas relaxante.

Falar sobre o que você quer na cama. Este é o melhor feito sem críticas ou culpa, portanto, não dizer algo como 'Eu odeio a maneira que você nunca chupar meu pau ". Você é muito mais provável conseguir uma resposta positiva, se você diz algo como "Vendo os seus lábios em volta do meu pau me deixa selvagem. Se o seu parceiro realmente não se sente confortável falando sobre sexo oral, você pode experimentar o que sugere algum tipo de compromisso (por exemplo, o seu parceiro lambe o interior das coxas, enquanto você se masturbando).

Esteja ciente de que seu parceiro quer, ao invés de fazer suposições. Uma maneira é simplesmente dizer 'O que se sente bem? ", Outra é fazer mais de tudo o que produz ruídos agradáveis (" mmmm "ou" ahhhhh ") e menos de tudo o que produz o silêncio ou a" ugh "sons. Preste atenção aos sinais físicos, também: se endurecer os mamilos de seu parceiro ou humedecer os órgãos genitais, então provavelmente você está indo bem, mas você deveria tentar algo diferente, se você sente sua mão, na cabeça ou pênis sendo empurrado. Pergunte o que seu parceiro quer, tooâ € "e levá-la a sério. Você não pode realmente esperar que o seu parceiro a fazer o que quiser, se você não estiver preparado para retribuir (ou pelo menos discutir o assunto).

Partilhe as suas fantasias sexuais. Você pode precisar de ser sensível sobre Thisa € "o seu parceiro não pode apreciá-lo se todas as suas fantasias são cerca de uma amante anterior, por exemplo, ou envolver manadas de animais selvagens animalsâ €" mas a partilha pode ser tanto um sinal de confiança e um sinal claro de seus desejos sexuais. Mas você não pode esperar que seu parceiro automaticamente a concordar em agir fora todas as suas fantasias (ou vice-versa). Nem todo mundo gosta de ser coberto de morangos e creme. Novamente, é algo para se discutir e chegar a um acordo sobre.

Discutir como muitas vezes você e seu parceiro deseja sexo. Muitas vezes, no início de um relacionamento, um casal vai fazer sexo em quase todas as oportunidades. Depois de alguns meses, porém, o sexo pode tornar-se cada vez menos freqüentes. Este é um desenvolvimento normal, mas pode ser um momento em que surgem as diferenças nos níveis de parceiros do desejo sexual. Isso pode causar frustração e ressentimento no parceiro que se sente privado, ea culpa e raiva no parceiro que se sente pressionado a ter sexo quando não se sentir excitado. Muitos casais nessa posição encontrá-lo útil para chegar a um acordo mutuamente aceitável. É importante lembrar também que este não precisa excluir os não-sexual intimidade física em outros momentos.

Se você achar difícil falar sobre suas necessidades sexuais com um parceiro, talvez porque você se sente constrangido ou envergonhado, você pode começar a tentar ter uma conversa mais abstrata sobre sexo. Se você ver um artigo em um jornal ou um programa de televisão que lida com questões sexuais, você pode discutir o que você pensa dele. Ao longo do tempo, como você ficar mais à vontade em falar sobre sexo, pode sentir-se pronto para assumir o risco de ser mais pessoal.

Quanto melhor você se sente sobre si mesmo, mais é provável que você gosta de sexo. Você provavelmente vai sentir-se menos inibidos, mais abertos a novas idéias e experiências, e mais capaz de dizer ao seu parceiro o que você quer durante o sexo.

Se ele se sente impossível discutir o sexo em tudo, então é mais provável que sua vida sexual não é tudo o que poderia ser e que não vai melhorar muito ao longo do tempo. Mas você não tem que desistir. Talvez a melhor maneira de quebrar a barreira é para você e seu parceiro para ver um conselheiro de casais ou um terapeuta sexual. Não se preocupe: você não vai acabar sendo forçado a fazer sexo em seu assoalho do escritório, mas você deve encontrar ele vai se tornar muito mais fácil de explorar e resolver, suas inibições sexuais.

No entanto, e independentemente, você se comunica, uma coisa é clara: é vital para ser honesto.

domingo, 28 de fevereiro de 2010

Aids pode ser transmitida pela saliva?

Os especialistas garantem que a saliva não é capaz de transmitir o HIV. Existem enzimas potentes na saliva capazes de "inativar" eventuais partículas do vírus. Por isso é pouco provável que alguém se contamine com o HIV através de um simples beijo na boca.

Por outro lado, algumas práticas sexuais podem fazer com que a boca entre em contato direto com pequenas lesões na mucosa (tecido de revestimento interno do organismo) de outras partes do corpo de outra pessoa. Aí, sim, o risco aparece.

É o caso da prática do sexo oral (boca-vagina, boca-ânus ou boca-pênis) e "beijos" mais selvagens, também chamdaos de beijos franceses ou beijos com mordedura, onde podem acontecer pequenos sangramentos. Nesses casos, a transmissão pode ser feita por qualquer um dos parceiros. O que fazer? Use camisinha em todas as transas, papel-filme em práticas de sexo oral e dê uma "regulada" nos beijos mais radicais.

O sexo oral ainda é considerado uma prática de risco para a transmissão do HIV e de outras DSTs. É lógico que sexo vaginal ou anal sem camisinha traz um risco muito maior de transmissão do que o sexo oral, mas os especialistas preferem que as pessoas evitem esse risco.

Isso pode ser feito com o uso de algum tipo de barreira no sexo oral. Essa barreira pode ser tanto um filme plástico como um pedaço de camisinha colocado na entrada da vagina. Filmes plásticos são aqueles que podem ser comprados em supermercados para embrulhar alimentos que ficam na geladeira, na sua casa mesmo deve ter.

No caso do homem, o ideal é o que pênis esteja protegido por um preservativo no momento do sexo oral. A melhor saída talvez sejam os presevativos com sabor.

Você pode achar que estamos exagerando nessa história de proteção no sexo oral. Estudos mais recentes mostram que o risco de transmissão do HIV pelo sexo oral é menor do que os que verificados em anteriores. Mas enquanto os números não dão uma certeza absoluta, cabe a você a decisão de correr esse risco ou de se proteger.

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Flagrado fazendo sexo dentro do carro diz que estava ‘dormindo


Lionel Mark William Spratt alegou que estava sob efeito de drogas.
Mulher teria sentado em seu colo enquanto ele dormia.
Um australiano foi acusado de fazer sexo em público com uma mulher num posto de combustível na cidade de Darwin, Território do Norte (Austrália), informou o site do jornal "Northern Territoy News". 


Foto: Reprodução/NT News

Lionel Mark William Spratt é acusado de ter feito sexo em local público (Foto: Reprodução/NT News)

Lionel Mark William Spratt foi considerado culpado nesta terça-feira (9) por atentado ao pudor em setembro de 2009. A Justiça vai divulgar sua sentença nesta quarta-feira.

O advogado de defesa tentou argumentar que seu cliente estava sob o efeito de drogas na ocasião e foi abusado sexualmente por uma amiga que dirigiu seu carro até um posto de combustível próximo ao Rio Adelaide e lá teria sentado em seu colo.

Um funcionário do posto flagrou o casal e argumentou junto da promotoria que pôde ver a mulher e Spratt se beijando calorosamente e fazendo movimentos sexuais dentro do automóvel.

Fonte: G1

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Nevada ganha primeiro garoto de programa 'legalizado' dos EUA


'Markus', de 25 anos, tem suas primeiras clientes neste fim de semana.
Ele abraçou a profissão após breve carreira na indústria de filmes pornôs. 
AP /AP

'Markus', primeiro garoto de programa 'oficial' dos Estados Unidos, aparece em foto não-datada divulgada nesta sexta-feira (22) por uma empresa de modelos. 'Markus', de 25 anos, foi contratado por um bordel em Beatty, em uma pequena cidade do estado de Nevada. O Shady Lady Ranch tem autorização estadual e do condado para que ele trabalhe. O estudante musculoso afirma que abraçou a profissão depois de ter se cansado de atuar em filmes pornôs em Los Angeles. Depois de uma primeira semana desanimada, ele finalmente marcou programas com suas primeiras clientes para este fim de semana. (Foto: AP)

Da AP

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Casal é preso na Tailândia após ser flagrado fazendo sexo na praia

Dois casais russos foram presos acusados de exposição indecente em uma praia de Pattaya, na Tailândia. Um dos casais foi flagrado supostamente mantendo relações sexuais dentro do mar, segundo reportagem do jornal tailandês "Pattaya Daily News".

foto: Foto: Reprodução/Pattaya Daily News
i
Dois casais russos foram presos acusados de exposição indecente


De acordo com o periódico, a polícia recebeu uma denúncia por volta das 3h30 da última sexta-feira (11) de que um grupo de estrangeiros estava embriagado, expondo-se de forma indecente e em vias de fazer sexo em local público.


Ao chegar ao local, os oficiais encontraram dois casais russos "se exibindo" para o público. Segundo o relatório policial, as mulheres chegaram a mostrar os seios. Além disso, um casal que estava dentro da água parecia estar fazendo sexo.
G1

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Americano é condenado a 3 anos de cadeia após fazer sexo com égua


'Eu peço desculpas pelo o que eu fiz', afirmou Rodell Vereen.
Ele foi detido em julho após invadir a fazenda de Barbara Kenley.

O norte-americano Rodell Vereen, de 50 anos, foi condenado nesta quarta-feira (4), na Carolina do Sul (EUA), a três anos de cadeia por ter mantido relações sexuais com uma égua, segundo reportagem do jornal americano "The Sun News".  
Foto: AP

Os envolvidos: Rodell Vereen, Barbara Kenley, proprietária da fazenda, e a égua 'Sugar'. (Foto: AP)

Vereen havia sido detido em julho após invadir a fazenda de Barbara Kenley em Columbia, na Carolina do Sul, e fazer sexo com a égua "Sugar". Ela flagrou o acusado fazendo sexo com o animal depois de colocar uma câmera escondida no estábulo.

O juiz Larry Hyman condenou o réu a três anos de cadeia, porque ele violou sua condicional relativa a outro incidente semelhante em 2008. De acordo com a sentença, quando sair da prisão, Vereen terá que cumprir mais dois anos de condicional.

Durante a audiência, o réu afirmou que está arrependido de seu comportamento. "Eu peço desculpas pelo o que eu fiz", disse Vereen, que, também foi proibido pela Justiça de se aproximar do estábulo de Barbara Kenley quando sair da prisão.

Fonte: G1

Vídeos com menores preocupam polícia


A afirmação é da delegada Nadir Cordeiro, da Delegacia de Polícia de Atos Infracionais (Depai), que, com toda experiência de polícia e de vida, ainda se chocou com um vídeo de sexo oral entre a estudante B.A.A.R., 12 anos, e o estudante F.S., 14 anos na quarta-feira. Os menores são alunos do Colégio Estadual Edmundo Rocha, no Conjunto Vera Cruz 2. O vídeo filmado pelo celular de outro estudante, M.M.O., 14 anos, circulou por todo o colégio, até que foi parar no celular da diretora, que levou os menores para a Depai.

Os adolescentes envolvidos confessaram que disseminaram o vídeo em comum acordo. Na delegacia, a garota contou que o colega F. a convidou “para ficar junto, atrás da escola”. Ela disse que, inicialmente, não levou a sério, mas nos dias seguintes, ele insistiu e a desafiou, dizendo que ela “ia bundar”.

B. conta que aceitou o desafio para provar que não ia “bundar”. O casal combinou com o colega M. para filmar pelo celular. M. disse que filmou “só o começo, ficou com medo e entregou o celular para F., que acabou de filmar os 43 segundos do vídeo”. Os menores, seus pais e a direção da escola serão ouvidos quando acabar a greve da Polícia Civil. Segundo a delegada, os adolescentes serão enquadrados por “estupro vulnerável” e, dependendo do entendimento do juiz da Infância e Juventude, os três poderão ser apenados com até três anos de internação socioeducativa.

A delegada Nadir Cordeiro disse que a Depai tem recebido, cada vez mais, casos semelhantes. “Já tivemos meninas novinhas que filmam, com o celular, partes íntimas do próprio corpo nu, e mandam para os celulares dos colegas por email, se oferecendo. Os pais precisam ter mais tempo para observar os filhos. Têm de ver o que eles andam filmando com os celulares, os sites que estão vendo na internet e os programas que assistem na televisão. Os pais precisam entender que eles são responsáveis pelos filhos”, desabafa.
Divulgação incentiva outros jovens

Nadir Cordeiro diz que a delegacia optou por não divulgar esses casos, para não incentivar. “Quando os adolescentes ficam sabendo de casos dessa natureza, querem imitar. Já prendemos menores infratores que confessaram que queriam apenas viver a emoção de ficar atrás das grades.” Quando acabar a greve da Polícia Civil, a Depai fará a estatística desses casos envolvendo filmagens, geralmente por celular.

A psicóloga clínica Jussara Miranda, 52, que presta serviços para a Depai, atribui a erotização precoce das crianças ao grande número de informações que elas têm acesso. “Elas começam a ser estimuladas cada vez mais cedo. Um exemplo são as músicas carregadas de erotismo nas letras e coreografias exageradamente sensuais. Com essa estimulação precoce, as crianças querem experimentar o sexo cada vez mais cedo.” Para Jussara, faltam limites e respeito. “Sem limites, as crianças não refream seus instintos.”

O educador e promotor de justiça aposentado Paulo Pergentino Mota, 75 anos, diz que esse comportamento dos adolescentes é resultado do excesso de permissividade. “Tudo isso é fruto da ausência de valores que começa na família. A estes jovens falta religião, faltam limites e regras. Quando criança não recebe formação em casa, a escola pouco pode fazer.”

Educador durante 54 anos, e proprietário de um tradicional colégio de Goiânia, Paulo Mota reclama da falta de respeito generalizada. “A adolescência é uma idade agressiva e está faltando autoridade por parte dos adultos.”

Em Curitiba
Um caso semelhante aconteceu em Curitiba: “Um vídeo de sexo entre alunos dentro do banheiro do Colégio Estadual do Paraná (CEP), a maior escola pública do Estado, foi parar na internet. Três estudantes, dois rapazes e uma garota de 13 anos, teriam deixado a sala, em horário de aula, para praticar sexo no banheiro. Um dos estudantes gravou toda a cena e colocou as imagens na internet. O vídeo já foi retirado da rede, mas circulou livremente pelos celulares dos alunos do colégio. O caso virou tema de discussão entre os alunos na comunidade do colégio em um site de relacionamentos.” (M.J.S./HN com adaptações)

www.narotadocrimejustica.com.br

segunda-feira, 16 de março de 2009

Injeção de colágeno poderá aumentar a frequência de orgasmos das mulheres


Aumentar a frequência de orgasmos das mulheres é objetivo da injeção de colágeno

Uma nova técnica — em fase experimental — poderá proporcionar às mulheres vida sexual mais satisfatória. Cirurgiões plásticos americanos e brasileiros já estão testando a injeção de colágeno, que pretende aumentar a frequência de orgasmos femininos. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) analisa a liberação da novidade, um dos temas do 10º Simpósio Internacional de Cirurgia Plástica (São Paulo), esta semana.

“Cerca de 30% das mulheres no mundo não têm orgasmo. Esta técnica pode melhorar a qualidade dos relacionamentos”, considera o cirurgião plástico Evaldo Bolívar. O procedimento consiste em se detectar, por exames com estímulos eletrônicos, o ponto mais sensível da vagina da paciente. Uma vez identificada a região, ela recebe anestesia e, em seguida, a injeção de colágeno.

Com isso, o ponto mais sensível tem sua área e sua sensibilidade ampliadas, melhorando a vida sexual da mulher”, diz o cirurgião plástico Murillo Caldeira Ribeiro, que já testou a técnica em 500 brasileiras. O colágeno, uma proteína, já existe no organismo humano: é um dos principais componentes de pele, ossos, cartilagens e tendões. Sua função é ligar e sustentar as células.

O procedimento dura 15 minutos e a paciente pode ir para casa logo após. A única recomendação é não ter relações sexuais por 25 dias. Se a técnica for liberada pela Anvisa, será feita em consultórios pelo valor de R$ 2,5 mil. E deverá ser refeita a cada ano, pois o colágeno é absorvido pelo organismo, deixando de atuar.

A esteticista Silvana Machado, 24 anos, foi voluntária do novo tratamento há três meses e garante que melhorou sua vida sexual. “Meu marido ficava chateado por eu não ter orgasmo, então resolvi participar da pesquisa. Adorei o resultado. Chego a sentir mais de um orgasmo em uma relação só. Pretendo refazer o procedimento daqui a um ano”, afirma.

TERAPIA TÂNTRICA

Já para mulheres que preferem trabalhar os aspectos emocionais a longo prazo para sentir mais satisfação sexual, a terapia tântrica pode ser uma opção. Segundo a terapeuta Tânia Barros, são 4 meses de terapia em grupo. “A autopercepção do corpo e a noção de conhecimento das emoções são fortes aliadas para melhorar o desempenho sexual. Utilizo vendas nos olhos, aromas e sabores que estas mulheres exploram. Há, ainda, meditação e massagem. Tudo em forma de um ritual. O objetivo destes encontros é a busca do equilíbrio entre corpo, mente e espírito”, diz Tânia.

Fonte: O DIA ONLINE - MARIANA MULLER, RIO DE JANEIRO