Mostrando postagens com marcador desculpas. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador desculpas. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Chorão e Champignon fazem as pazes em vídeo oficial da banda


Chorão e Champignon fazem as pazes em vídeo oficial da banda
Pivôs de confusão em show da Charlie Brown Jr. no fim de semana pedem desculpas

No fim da tarde de ontem (10), a banda Charlie Brown Jr. divulgou em seu site oficial e no Youtube um vídeo com pedido de desculpas ao público de Apucarana (PR) e à todos os fãs do grupo.

Chorão e Champignon em constrangido pedido de desculpa
Nas imagens, Chorão começa se desculpando ao público e ao colega de palco Champignon "por ter se excedido na maneira como falou" e pelas "coisas realmente terem fugido ao controle".

Ele continua dizendo que na confusão falou sobre "um assunto que o incomoda, pessoal, mas que se tornou público e que isso não o daria razão, nem direito de ofender Champignon, nem ninguém".

O pedido de perdão se estendeu ao público que aprecia o conjunto musical, a quem se ofendeu com o episódio e também ao músico que recebeu as críticas e logo foi a vez de o baixista se manifestar.

Champignon começou se desculpando por ter deixado o palco na ocasião, por "ficar nervoso com a situação". Além disso, o integrante da Charlie Brown Jr.  admitiu que no passado foi errado com o Chorão, ao qual também pediu desculpas, por ter feitos acusações mentirosas que "prejudicou a vida dele".

Ambos finalizaram as suas desculpas afirmando que o trabalho do grupo continua, assim como a agenda de shows. Ainda de acordo com os rockeiros e a asessoria do conjunto, na segunda-feira, os dois conversaram e resolveram as suas diferenças sobre o assunto.

O fato foi esclarecido depois de ter sido divulgado no Youtube um vídeo de show realizado no último dia 8, na cidade de Apucarana (PR), em que o vocalista do grupo faz diversas críticas ao baixista Champignon.
jb.com.br

domingo, 25 de abril de 2010

Reino Unido pede desculpas por sugerir que papa lance marca de camisinha

O Ministério de Relações Exteriores do Reino Unido divulgou neste domingo um pedido de desculpas ao papa Bento 16 por um memorando interno no qual funcionários faziam piada sobre a visita do pontífice ao país. No memorando, eles sugeriam que o papa poderia aproveitar a viagem de quatro dias, prevista para setembro, e lançar uma linha de camisinhas, abrir uma clínica antiaborto ou cantar em dueto com a rainha Elizabeth 2ª.

O documento, que teve trechos publicados pelo "Sunday Telegraph", também propunha que o papa poderia abençoar um casamento gay e reconhecer o escândalo de pedofilia na Igreja Católica estabelecendo uma linha telefônica de denúncias para as crianças vítimas dos abusos ou honrar aqueles que denunciaram os abusos.

Funcionários de baixo escalão escreveram o memorando depois de uma reunião destinada a discutir ideias para a visita do papa ao Reino Unido, a primeira do líder da Igreja Católica desde João Paulo 2º, em 1982.

Apesar de algumas sugestões incluírem conselhos ao governo britânico sobre como citar o escândalo de pedofilia, o ministério condenou muitas das propostas como "desrespeitosas".

O embaixador britânico no Vaticano, Francis Campbell, se reuniu com funcionários do papa para entregar o pedido formal de desculpas.

Segundo o ministério, um dos indivíduos responsáveis pelo memorando foi transferido de função.

"O Ministério de Relações Exteriores lamenta muito este incidente e está muito arrependido pela ofensa que ele causou", disse o ministério, em comunicado. "Nós valorizamos muito a relação próxima e produtiva entre o Reino Unido e o Vaticano e esperamos aprofundar esta relação com a visita do papa Bento 16 ao Reino Unido".

O documento apresentava ainda uma lista de pessoas que poderiam ter um papel influente durante a visita ou ao comentá-la --como a cantora escocesa Susan Boyle, que seria mais importante do que o arcebispo de Westminster, Vincent Nichols, o chefe da Igreja Católica na Inglaterra e no País de Gales.

Uma nota de acompanhamento reconheceu que muitas das ideias contidas no memorando foram extremas. "Estas não devem ser compartilhadas externamente", diz a nota, acrescentando que as ideias são produto de uma reunião que levou em consideração até mesmo a mais inverosímil das ideias.

O porta-voz do Vaticano, reverendo Federico Lombardi, disse que o pedido de desculpas foi recebido através da embaixada da Santa Sé. "Eles forneceram todas as explicações e não há nada a acrescentar".

Durante sua visita a Escócia ea Inglaterra, o papa Bento 16 deve discursar em Londres, assistir a um culto ecumênico na Abadia de Westminster e realizar uma missa pública no Parque Bellahouston, em Glasgow.

da Associated Press, em Londres (Reino Unido)

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Saia justa. Maitê Proença pede desculpas: 'Me considero uma portuguesa'

Um vídeo feito por Maitê Proença para o "Saia justa" está causando polêmica em Portugal desde que foi exibido esta semana na SIC. No filme, ela faz piada de alguns traços culturais lusitanos. A atriz e apresentadora conta que o vídeo foi gravado há quatro anos para o GNT. Chateada, Maitê pede desculpas se ofendeu alguém, e diz que tudo não passou de uma brincadeira.

- Só quem não vê o "Saia justa" poderia levar isso a sério. No programa, a gente ironiza até o presidente Lula. E isso que eu falei dos portugueses, a gente fala dos paulistas, que são estressados porque trabalham demais, ou do jeito devagar do baiano... E eu me considero uma portuguesa, porque meu avô, Augusto Galo, era português, era inclusive patrono do Clube Ginástico, tem até uma estátua em homenagem a ele lá na entrada do clube - diz Maitê. - Eu já fui a Portugal umas 20 vezes. Alguém realmente acha que eu não gosto de Portugal? Agora realmente se eu ofendi algum português com isso, peço desculpas. Mas acho que está faltando humor nas pessoas. (veja abaixo o vídeo que causou furor nos portugueses)



Fonte: oglobo.globo.com/cultura/kogut

Portugueses exigem desculpas de Maitê Proença por piadas sobre o país

 Maitê Proença
Maitê Proença: portugueses exigem um pedido formal de desculpas
Um vídeo feito por Maitê Proença para o programa "Saia Justa", do GNT, foi motivo de um abaixo-assinado na internet, de acordo com a publicação portuguesa "Jornal de Notícias". Em 2007, a atriz gravou uma reportagem em Portugal, na qual aparece fazendo piadas sobre o país e, agora, os portugueses pedem uma retratação. 
Entre as sátiras, Maitê zomba de uma placa colocada ao contrário em frente a uma casa e conta sobre o episódio em que tentou chamar um técnico para resolver problemas de internet no hotel - cinco estrelas, como frisou - onde ficou hospedada. "Mandaram um rapaz que não sabia nada de informática. Ele olhava pro meu mouse como se fosse uma capivara." 
"Eu perguntei pra ele: 'o senhor não sabe o que está fazendo, não é?'. E ele disse: 'não, vou chamar meu colega'. E sabe quem era o colega? O porteiro. Aí subiu o porteiro e lógico que não resolveu nada", continuou. "Depois a gente fala de português, que eles são esquisitos. Mas é assim mesmo." 
O vídeo ainda mostra Maitê cuspindo em uma fonte de Sintra, cidade que visitou. Quando as imagens foram exibidas no GNT, ela riu com Mônica Waldvogel, Márcia Tiburi e Betty Lago 
De acordo com o "Jornal de Notícias", a postura indignou os portugueses, que decidiram iniciar o abaixo-assinado para "um pedido claro de desculpas, quer seja escrito, verbal, ou em video da atriz ao povo português".

Leia também: Saia justa. Maitê Proença pede desculpas: 'Me considero uma portuguesa

Fonte: Site Babado

terça-feira, 23 de junho de 2009

Jogador australiano pede perdão por exibir o pênis na TV‎


Foto: Reprodução/Live News

Cena constrangedora tinha ido ao ar no último sábado na TV ABC. (Foto: Reprodução/Live News)



Um jogador de futebol australiano, Tim Orchard, pediu desculpas nesta terça-feira por ter exibido o pênis na televisão, o que o levou a ser afastado por seu clube.

Orchard, jogador do Clarence Football Club, da ilha da Tasmânia, mostrou o pênis quando um companheiro de time era entrevistado no vestiário, sábado, após uma partida.

As imagens foram exibidas ao vivo e o clube afastou Orchard da equipe por tempo indeterminado.

O jogador pediu desculpas ao clube, aos patrocinadores e à família pelo que descreveu como "vergonhoso e completamente inapropriado incidente".

Fonte: Yahoo Notícias